Páginas

quinta-feira, junho 28, 2007

Exercitando o meu pensar

6 comentários


Bem, só avisando que mudei o nome da sessão "Exercitando o meu pensar" para "Últimos livros que li". Afinal de contas, como, sutilmente, sugeriu o leitor Tutankhamon no post "Odeio Crianças". Bem, vá lá, não foi uma sugestão, foi uma crítica ao fato de citar um Livro do Dan Brown em uma sessão "Exercitando o meu pensar".

Tudo bem, o Brown não fez sucesso com nenhum livro de filosofia, querido Tutankhamon, nem um livro científico qualquer. Exceto para aqueles que já são propícios a acreditar na mistura de fatos reais com místicos/ficcionais que o Dan Brown faz, mas não deixa de ser interessante.

Isso me faz pensar um pouco no ato de pensar per si. Será que só pensam aquelas pessoas letradas, como disse? Para mim, tudo exercita o meu pensar, até escutar uma música do Calypso. Posso chegar à conclusão de que é uma bosta, ou uma maravilha, mas exercita. É óbvio que muitas coisas trazem um melhor ganho cultural ou de sabedoria, mas tudo exercita o meu pensar.

Então, resumindo, até mesmo Dan Brown exercita o meu pensar, ou quem sabe um sorvete de maracujá na Sorveteria São Domingos.

domingo, junho 24, 2007

Adágios Sobre o Sofrimento...

3 comentários


Todo mundo nesse mundo sofre, pode ser um pequeno sofrimento, pode ser rápido, como uma topada com o dedão numa pedra da calçada, mas todo mundo passa por algum sofrimento, ou algum tipo de dor. É óbvio que existem algumas situações que a maioria de nós considerará bem pior que outras, mas para quem está passando por um determinado problema, pouco importa se tem gente morrendo de fome na somália ou se morreram milhares de pessoas no atentado ao World Trade Center.

A dor, o sofrimento, são inteiramente pessoais, intransferíveis e não podem ser medidas. A dor do término do namoro, de ser reprovado naquela matéria. O sofrimento de ver que nossos políticos não têm mesmo vergonha na cara e nós somos os otários que os colocamos lá. Não tem como medir a dor do outro.

Por isso há algum tempo escrevi os adágios que se seguem, talvez nos ajude a suportar nosso sofrimento e o dos outros também.

Adágios sobre o Sofrimento
(ou a dor) em um egoísta Surtado
.

Do tipo: O pior sofrimento é o MEU.
Da intensidade: O MAIOR sofrimento é o que EU estou sentindo NESTE momento.
Da temporalidade: todo sofrimento é eterno, mesmo que dure 30 segundos.

(Alexandre Lima de Barros - Belo Horizonte - 15/04/2003)

sábado, junho 02, 2007

Proucurando Por Aí

0 comentários

PROCURANDO POR AÍ

Ah felicidade.
Busquei por você em tantos lugares,
Tantos corpos, tantas mentes.
Foi tanto querer, tanto tentar
Sem de fato encontrar.

Felicidade, felicidade,
A vi, lá longe, achando ter-lhe encontrado tantas vezes,
Para então perdê-la novamente.

Ah coração,
Tu que não te aquietas frente ao desconhecido,
Quer pular, de cabeça,
Sem saber as profundezas dessas águas,
Cuida-te coração, acabou sua aflição.

Nem tudo está lá fora,
Como agora já sabes muito bem.
Basta só olhar para dentro.

Difícil caminhada essa,
Buscar tão longe o abstrato.
Para, de repente, sem que pedisse,
Sem que já nem mais procurasse.
O amor o encontraste.

Alexandre Lima de Barros
25/05/2007 – 09:00