Páginas

quinta-feira, agosto 27, 2009

Eu twitto, tu flickas, ele facebook, nós orkutamos, vós youtubam, eles multiplyem!

5 comentários
(Atualizado em 26/03/2010)

É isso, após milênios afastado do meu lindo e amado blog, retorno. Assim como o bom filho.
Retorno com uma indagação: para quê? (Esse acento caiu com a nova regra gramatical? Tenho que ver!)

Já estou aqui postando no blog a algum tempo, textos que gosto de reler e vejo que, ocasionalmente algumas pessoas lêem também, ainda mais loucas que eu, pois recebo até comentários. Entretanto, e daí? A que fim leva isso, não sou nenhum escritor, não sou nenhuma personalidade famosa, nem lá em casa eu tenho crédito. Será que esperança/pretensão de algum editor ler isso? O Jô Soares falar: esse cara engraçado!? A Marília Gabriela: que homem sagaz? (Isso seria um sonho)

É tudo parte de um ego pateta mesmo. Para melhorar as chances estatísticas proliferamos nossas personalidades pelo meio internáutico: twitter, facebook, multiply, orkut e tantos outros por aí. Reflexos turvos, embaçados, do Eu real que nem conhecemos*, nem minha psicóloga conhece.

De todo jeito estamos aí...

Abraços.

Alexandre Lima
@xandelimabr


Atualização: Como bem lembrou mina amiga Verônica Física, a primeira vez que escrevi essa frase foi: "Reflexos turvos, embaçados, do Eu real que nem existe".